RSS Feed

Tag Archives: pessoa

Papo de rua #2

Fui no dentista com minha mãe hoje. O elevador que a gente pegou pra descer quando saímos do consultório tava cheio, tinha até container de lixo. Quando o elevador parou no andar de baixo, um meu tio entrou falando no celular.

– Tá, daqui a meia hora eu te ligo – disse ele. A pessoa do outro lado deve ter falado alguma coisa, e ele insistiu com mais ênfase e raiva: – Tá, daqui a meia hora te ligo!

Ele desligou o telefone e, enquanto colocava-o no bolso da camisa, reclamou:

– Que mulher chata! – Esperou um pouco e então disse com raiva: – Só não mando minha sogra pro inferno porque tenho pena do diabo…!

O elevador parava praticamente de andar em andar, e ouvimos outra reclamação dele:

– Hoje já é sexta?! Hoje né sexta não, né? Ainda é quinta! Que país atrasado!

Quando o elevador parou no lobby, e eu e minha mãe saímos, ele saiu também, repetindo a última reclamação.

Advertisements

Papo de rua # 1

Estava eu tranquilamente voltando do cinema com a minha mãe. Fui assistir a Premonição 5 (Final destination 5) no Iguatemi. Nós dois estávamos quase atravessando uma rua onde quase nunca passa algum carro quando vieram duas adolescentes atrás de nós. Enquanto os quatro atravessavam a rua, uma delas, que estava com um short curto e uma camisa verde, falou para a amiga (que estava de tomara-que-caia roxo, não sei bem ao certo se era camisa com short ou vestido):

– … homem não presta.

A amiga comentou alguma coisa e a outra repetiu:

– … eu tô dizendo, homem não presta.

Nessa hora, as duas passaram a nossa frente, e a de camisa verde disse:

– … eu vou ficar com o … [disse o nome de alguém, ouvi algo como “Gabi”] se eu gostar dele!…

A de tomara-que-caia disse alguma coisa que eu não consegui ouvir por causa do barulho da rua, mas pareceu ter chamado a atenção da outra, que respondeu:

– Ele vai!

Nessa hora, as duas começaram a se distanciar e a conversa das duas ficou ininteligível. Depois elas tomaram um rumo diferente do que eu e minha mãe tomamos e eu fiquei sem saber quem é esse que uma delas ia ficar e pra onde ele ia, se é que era a mesma pessoa.

Ritmo de música fulêro

Por que as músicas de pagode não saem de circulação? Por que novas continuam a ser criadas?. Eu respondo. Simplesmente porque a maior parte da sociedade adora ouvir e dançar essas músicas horríveis e ambíguas que só falam de sexo e safadeza e em sua maior parte depreciam a imagem das mulheres, referindo-se a elas como se fossem objetos sempre cobiçados por homens machistas que se acham os gostosões, os pegadores, mas que na verdade são uns idiotas. Assim como a maioria dos que ouvem pagode.

As músicas desse ritmo são muito repetitivas, quase todas parecem cantadas pela mesma pessoa e elas têm uma fama absurda e desnecessária. Já está enquadrada no padrão da sociedade, o que é um grande erro. É um dos piores ritmos de música que existe. E as pessoas não se dão conta disso.

E você? Você é, como eu, uma pessoa sensata que não escuta esse tipo de música e odeia o modo como as pessoas e as outras coisas são retratadas ou é uma pessoa tosca que escuta essas músicas, canta, dança, acha legal e nem se importa com o absurdo que está cometendo?

Se você é a opção 1, bem-vindo à minoria. E parabéns por ser uma pessoa inteligente.

Se você é a opção 2, sinto muito por você. E espero que um dia você abra seus olhos e perceba que essas músicas são um monte de besteiras e porcarias.

Seres da mitologia – MEDUSA

Posted on

MEDUSA: a criatura com cabelos de cobra, mãos e pés de bronze e presas e garras afiadas é uma das três Górgonas. As outras duas são Esteno e Euríale, suas irmãs. As duas também têm cabelos de cobra, e as três possuem olhos fatais: a pessoa a quem elas dirigirem o olhar vira pedra imediatamente. Medusa (assim como suas irmãs) deve ser carnívora.